Negócios sustentados pela Verdade

JAMES PAUL METZGER

Da edição de junho de 1984 dO Arauto da Ciência Cristã

Por mais difíceis que as condições econômicas pareçam ser hoje em dia, existe uma saída. Repetidas vezes, as crenças errôneas da convulsão econômica e do aperto financeiro individual foram anuladas por pessoas que se voltaram para Deus e reconheceram em oração Sua presença eterna e Seu controle infalível.

O Antigo Testamento diz-nos que os hebreus, que fugiam da perseguição dos egípcios, pareciam estar diante de condições econômicas insuportáveis e do infortúnio cultural. Contudo, Moisés, por se voltar para Deus em busca de orientação em cada uma das crises, foi capaz de demonstrar que o mal não tem poder e que o cuidado de Deus é imediato no viver diário. A Sra. Eddy descreve essa ação numa carta a uma das primeiras filiais da Igreja de Cristo, Cientista: “Quando Deus saiu à frente de Seu povo, eles foram alimentados com maná; marcharam através do deserto; cruzaram o Mar Vermelho, intocados pelas ondas. Ao Seu comando, a rocha transformou-se em fonte, e a terra da promessa, em ilhas verdejantes de refrigério.” 1

O mandado de Deus é lei para qualquer situação simplesmente porque a totalidade de Deus não concede lugar nem oportunidade para qualquer ação externa a essa totalidade ou que lhe seja contrária. Ao invés do conceito de finanças apresentado pela mente mortal, com suas crenças de insuficiência, transferências, atrasos, manipulações, desonestidade e limitações de toda espécie, existe apenas um só e único conceito verdadeiro, baseado inteiramente no Espírito, que opera com a substância imutável, inexaurível, divina. Esta substância constitui o suprimento sempre ativo e sempre presente que Deus provê para Sua idéia, o homem.

A presença espiritual e a ação divina não operam como movimento que vai da privação para a afluência; da recessão para a estagnação para a inflação; dos sofrimentos de ontem para os excessos de amanhã. A ação espiritual opera como a revelação que ocorre, no pensamento humano, dos fatos a respeito da totalidade de Deus, que aparecem sob formas maravilhosamente adequadas, aqui e agora. Estes fatos revelam em grau cada vez maior a identidade infinita de Deus. Dentro desta identidade existe cada expressão de Deus. Logo, não pode existir aí carência, vazio, deficiência, desequilíbrio, fraude e nenhuma privação. A Sra. Eddy explica: “Deus é Tudo-em-tudo. Portanto, Ele está somente nEle mesmo, em Sua própria natureza e é o ser, ou consciência, perfeito. Ele é toda Vida e Mente que há ou pode haver. Dentro dEle mesmo está toda corporificação da Vida e da Mente.” 2 Porque a identidade do homem individual está incluída dentro desta identidade divina, o homem, puro e bom, reflete a substância ilimitável do ser espiritual e dela participa.

Como ser autoconstituído e substância que se expressa por si mesma, Deus é o único Ego na realidade científica. Este Ego, consciente apenas de sua própria infinidade, não fica a cismar como irá empregar-se ou como utilizará sua inteligência, reconhecerá seu valor, ou recompensará sua atividade. O viver alicerçado no que é espiritual e as atividades que disso resultam são os efeitos do amor que é gerado pela auto-expressão de Deus, na Sua própria criação perfeita.

A totalidade de Deus estabelece a ação divina do Cristo, abençoando e enriquecendo a todos, jamais ofendendo ou vitimando alguém. Mas que dizer da crença de que alguém está a debater-se com conseqüências punitivas contínuas por erros do passado? Que melhor modo de nos libertarmos desses erros do que reconhecer que a realidade toda está pulsando de energia e inteligência divinas agora e que este fato pode ser comprovado em nossa vida?

Um exemplo bíblico é o relato de Abraão (então chamado Abrão) e seu sobrinho Ló. Quando se tornou necessário separarem-se, Abraão, desejando manter a harmonia, concedeu a Ló a preferência na escolha do território. Ló optou pelo que parecia ser a melhor terra na campina do rio Jordão, terra dadivosa e povoada. Abrão, retendo seu estilo nômade de viver, ficou com a área menos desenvolvida de Canaã. Não consta do relato que ele viesse a se sentir desapontado, irritado, pesaroso ou que se recriminasse. Ao invés, consta que recebeu a bênção divina: “Ergue os olhos e olha desde onde estás para o norte, para o sul, para o oriente e para o ocidente; porque toda essa terra que vês, eu ta darei, a ti e à tua descendência, para sempre.” 3

Deste exemplo podemos tirar uma lição. Mediante a oração, podemos eliminar a amargura decorrente de decisões insensatas, oportunidades perdidas e relacionamentos rompidos. Estas coisas compunham o sonho de ontem. O agora acaba de chegar! Agora é a hora de cada um de nós reivindicar nossa “terra” — nossa identidade espiritual completa como a idéia amada de Deus. É hora de ficar de pé! Erguer a consciência! Ouvir! Examinar essa terra; aceitar a promessa de que, na medida em que se compreendem as realidades espirituais abrangidas no caso, colher-se-ão os frutos desta terra. Estas realidades espirituais constituem o reino dos céus, já despontando. Dentro deste reino não existem trevas, suspensão, estagnação, nenhuma lei falsa de animalidade, incompetência, ódio, destruição, nem ignorância ou traição. A Sra. Eddy observa: “Que é o reino dos céus? A morada do Espírito, o reino do real. Aí a matéria não tem vez, nem a noite; nada existe que engendre ou diga uma mentira. Está distante este reino? Não: sempre está presente aqui mesmo.” 4

É preciso ver que os negócios estão alicerçados no Princípio divino sempre presente, Deus, e não em teorias humanas de oferta e procura. Espiritualmente compreendidas, a oferta e a procura representam uma equação divina, sempre em equilíbrio e nunca atormentadas por sobras ou faltas. Nesta luz, a própria procura representa a oferta de oportunidades para que o bem se manifeste e seja utilizado. Não seria uma melhor equação “provisão e oferta” ao invés de “oferta e procura”?

Dentro da oferta do que o Princípio oferece, o Amor jorra sem cessar, nunca exaurido, nutrindo sempre as idéias da Mente, expressando a substância do Espírito, deleitando-se nas formas da Alma, utilizando-se dos canais da Vida e glorificando-se nos bens da Verdade. Tudo isto ocorre, sem cessar, neste momento infinito do agora.

Cada um dos aspectos da criação divina, Seus “negócios”, funciona de acordo com a orientação da Mente divina, cujo efeito é sempre o de abençoar o homem com o bem incircunscrito. Nos negócios da Mente, cada idéia está sempre em plena atividade representando o seu criador, Deus. O governo do Princípio evidencia-se em nossa vida quando a renovada dedicação ao propósito divino substitui o sentido estagnado de aposentadoria ou desemprego. Cada unidade de medida, cada percentagem, cede lugar ao fato de que a infinidade de Deus é a unidade única e não fragmentada, de perfeição imensurável. O “capital” representa o ser espiritual inexaurível e o “retorno” é a colheita do Verbo de Deus, manifestada.

Agora é o momento de prosseguir cheios de alegria, confiança e vigor, avançando pelas veredas produtivas da economia divina. Quando nos voltamos para a frente, as trevas áridas ficam para trás. À frente está a luz crística do amplexo divino. Neste caminho, a substância espiritual recompensa a obediência; a moeda de Seu amor inspira o empenho. E o reino do real torna-se mais evidente para todos.

1 Miscellaneous Writings, p. 153.  2 Unity of Good, p.3.  3 Gênesis 13:14, 15.  4 Mis., p. 174.

Anúncios

Sobre Primeira Igreja de Cristo, Cientista Porto Alegre-RS

A Primeira Igreja de Cristo, Cientista Porto Alegre-RS, Brasil, foi fundada em 1957. Tendo sido iniciada décadas antes como um Grupo Informal e mais tarde, uma Sociedade de Ciência Cristã. Ela foi fundada por famílias de alemães, dentre as quais: Schmidt, Holderbaum, Trentini, Bopp, Mutzberg, Young, Klein, Hamman, Knor, Bier, Beier, Wendt, Völker, Fhurmeister, Heckrath, etc... Conheça mais sobre a historicidade no Arquivo Histórico Digital da Ciência Cristã no Brasil: http://sites.google.com/site/arquivocienciacrista/
Esta entrada foi publicada em Sem categoria. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s