Não estamos em uma crise econômica, mas no reino de Deus

Kari Mashos

DO Arauto da Ciência Cristã – 15 de julho de 2013

Publicado originalmente em grego, na edição on-line dO Arauto grego, e em inglês na edição de 24 de junho de 2013 do Christian Science Sentinel.

Podemos achar que nossas perspectivas sejam definidas pelas circunstâncias, tais como o mercado de trabalho ou certas situações políticas e econômicas. Podemos até nos convencer de que são essas condições que limitam nossas possibilidades. Nosso dia a dia pode parecer estar confinado dentro do próprio ponto de vista que tanto nós, como os outros, temos sobre o estado atual das coisas. Poderia até parecer impossível se libertar desses conceitos restritivos sobre a vida, não fosse pelo Cristo.

O Cristo, a ideia spiritual de Deus, desperta-nos para a realidade de que Deus está aqui, agora e sempre. O Cristo nos revela que, como filhos de Deus, nossa verdadeira natureza e nosso meio ambiente incluem bondade, saúde, honestidade, estabilidade e justiça ilimitadas, todas as qualidades divinas do ser.

A mensagem do Cristo é que o reino de Deus está dentro de nós, como Cristo Jesus ensinou e comprovou. Esse reino permanece eternamente. A oração que Cristo Jesus deu ao mundo inteiro, conhecida como a Oração do Senhor, declara: “Venha o Teu reino” (Mateus 6:10). Essa oração é um reconhecimento ativo da eterna presença e do poder de Deus. Ela faz uma clara distinção entre a crença de vida como governada pelo acaso e pelas circunstâncias, e a compreensão cristãmente científica de que verdadeiramente vivemos dentro da perfeição de Deus, o Espírito.

Crer que vivemos fora da Vida divina é uma tentação mental já demonstrada e comprovada como sendo uma mentira. A Vida é a Mente divina, o único Criador e a única causa da existência. A compreensão de que existe uma única Mente, Deus, sempre abençoou e continua a abençoar a humanidade. Essa exigência iluminada na consciência humana está expressa no Primeiro Mandamento: “Não terás outros deuses diante de mim” (Êxodo 20:3).

A compreensão de que existe uma única Mente, Deus, sempre abençoou e continua a abençoar a humanidade.

Quando os israelitas obedeceram a essa instrução, eles vivenciaram saúde, paz, segurança, suprimento e orientação. Como? Eles afastaram a crença de que havia outros poderes e confiaram em Deus. Eles aprenderam que o Espírito divino é supremo em poder. Por meio dessas experiências, descobriram que eles na verdade viviam no reino de Deus, sob Sua orientação e cuidado.

Como o Salmista o coloca: “Para onde me ausentarei do teu Espírito? Para onde fugirei da tua face? Se subo aos céus, lá estás; se faço a minha cama no mais profundo abismo, lá estás também; se tomo as asas da alvorada e me detenho nos confins dos mares, ainda lá me haverá de guiar a tua mão, e a tua destra me susterá” (Salmos 139:7-10).

Hoje é igualmente importante resistir à tentação de acreditar em outro poder ou em um lugar separado, ou próximo, a Deus, que é o Princípio divino do ser. Por exemplo, se acreditarmos que vivemos em uma crise econômica e que podemos estar ligados à ambição e à corrupção de políticos ou da sociedade, então estaremos acreditando em outro poder ou em um lugar separado de Deus.

Talvez imaginemos que os pecados dos outros estão fazendo com que a maioria, incluindo os inocentes, sofra e que não há nada que possamos fazer para nos livrar dessas consequências.

Mas, se soubermos que vivemos sob o governo do Princípio divino, então poderemos começar a nos livrar das consequências e dos sofrimentos provenientes de crer que estamos sob o controle do mal, inclusive de uma crise pessoal ou econômica.

Como Seus filhos, Seus reflexos, vivemos na Mente e sob o governo da inteligência divina. Cada um de nós está sempre ligado ao bem infinito e não pode estar sujeito a maquinações políticas ou pessoais. Em Deus nos encontramos permanentemente livres da injustiça, ignorância, ódio, incompetência e corrupção. Dentro de Seu governo justo, todos possuem a liberdade para expressar motivos e ações corretos e mutuamente úteis. A lei do bem, a qual abrange tudo, está dentro de nós e não aceitamos nada menos para nós mesmos e para os outros.

Há muitos anos, eu sentia que uma pessoa dominava de tal modo a vida que sufocava meu progresso e minha felicidade. Essa pessoa tentava por todos os meios impedir que eu progredisse em minha vida, em minha carreira e, até mesmo, em minha liberdade de expressar alegria. Ela exigia que eu visse a vida como ela a via, ou seja, miserável, instável e financeiramente limitada. Mas, por meio da Ciência Cristã, estava aprendendo sobre o reino de Deus no qual todos vivemos. O Apóstolo Paulo declarou: “nele vivemos, e nos movemos, e existimos” (Atos 17:28). Compreendi que onde o Espírito divino está só há espaço para as qualidades do Espírito, ou seja, o bem, a paz, a liberdade de expressão, o progresso e a alegria ilimitados. Rejeitei a tentação de me moldar à visão distorcida de uma vida fora do reino de Deus. Concluí que eu vivia, me movia e era nutrida e guiada perfeitamente dentro do reino, sob o governo de Deus e suas leis da Vida e do Amor divinos. Consegui levar minha vida adiante e, o mais interessante, é que essa pessoa também encontrou mais liberdade e alegria em sua vida.

A exigência perpétua, eterna e todo-poderosa de Deus para Seu reino é: “paz na terra entre os homens (Lucas 2:14). Mary Baker Eddy, a Descobridora e Fundadora da Ciência Cristã, compreendeu que a humanidade pode se libertar do mal somente por meio do governo de Deus. Ela escreveu: “Certos elementos da natureza humana enfraqueceriam os direitos e as leis civis, sociais e religiosas das nações e dos povos, atacando a liberdade, os direitos do homem e o autogoverno, e isso alegando também que o fazem em nome de Deus, da justiça e do humanismo! …nossa esperança está ancorada em Deus que reina e no fato de que a justiça e o juízo são a habitação de Seu trono eternamente (Mary Baker Eddy, Message to The Mother Church for 1900 [Mensagem À Igreja Mãe para 1900], p. 10).

A Vida é Deus e dentro da Vida eterna não existe nenhum elemento destrutivo. Assim, a corrupção não é um elemento no reino de Deus e devemos estar alerta para não aceitá-la como uma parte “normal” de nossa vida.

O profeta Habacuque declarou que Deus é puro demais para contemplar a iniquidade (ver Habacuque 1:13). Deus é inteiramente bom e todo o seu reino O reflete. Deus mantém a ordem, a saúde e a justiça dentro de Seu reino. Portanto, a corrupção de qualquer espécie não tem nem forma nem meio que a sustente ou a perpetue.

Nossas mais profundas esperanças para o progresso, a paz e a saúde, individual e coletivamente, assentam no Princípio divino.

Temer ou ter fé no mal não é adorar somente a Deus. Precisamos rejeitar essa antiga sugestão mental agressiva de que exista outro poder além do bem supremo. Fazemos isso reconhecendo o que é verdadeiro acerca de Deus e Seu universo, inclusive o homem.

Cristo Jesus revelou a verdadeira natureza de Deus e do homem. Ele revelou o verdadeiro caráter do homem como semelhante a Deus e puro, uma vez que Deus é puro. A declaração de Jesus de que os puros de coração verão a Deus (ver Mateus 5:8) afirma o fato de que temos a habilidade, aqui e agora, de demonstrar que o homem é incorruptível por ser a semelhança de Deus. Jesus comprovou, por meio de suas obras de cura, o efeito da lei divina sobre o pensamento e a vida humanos, purificando, corrigindo e regenerando. Essa é a operação do Espírito Santo, a Ciência divina. É Deus governando o céu e a terra.

Todo o bem que Deus é e nos dá nunca nos pode ser tirado. Nada nem ninguém pode tirar ou roubar o bem de nós. A justiça, a misericórdia e a compaixão divinas, não a corrupção ou dominação política, governam dentro de nós. Ao refletirmos a lei divina, somos uma lei para nós mesmos. Nenhuma lei da Verdade e do Amor pode ser driblada pela vontade humana. A Sra. Eddy nos oferece uma clara razão para isso em sua declaração: “Não se pode renegar a justiça e a honestidade; sua vitalidade provém da Vida — calma, irresistível, eterna” (The First Church of Christ, Scientist, and Miscellany [A Primeira Igreja de Cristo, Cientista, e Vários Escritos], p. 139).

A oração é a ação do pensamento cedendo à Verdade e ao Amor, e tem um efeito sanador à medida que espiritualiza o pensamento. Ela nos mostra o reino de Deus dentro de nós e desperta o desejo de pensar e agir de acordo com o Cristo, nossa verdadeira natureza. No Cristo, a Verdade, não há espaço para o pecado de qualquer espécie. Como a Sra. Eddy escreve: “Tudo é Mente infinita e sua manifestação infinita, porque Deus é Tudo-em-tudo” (Ciência e Saúde com a Chave das Escrituras, p. 468).

Por meio da oração, tudo aquilo que é errôneo em nosso pensamento dá lugar à santidade, à verdade, à sabedoria, à bondade e ao amor. Essa espiritualização do pensamento é Sua lei em ação, ajustando, eliminando ou acrescentando tudo o que for necessário para trazer equilíbrio e ordem tanto para nossa vida individual como para o corpo político.

Nossas mais profundas esperanças para o progresso, a paz e a saúde, individual e coletivamente, assentam no Princípio divino e são concretizadas dentro do sempre atuante, todo abrangente, benevolente e sábio governo de Deus.

Anúncios

Sobre Primeira Igreja de Cristo, Cientista Porto Alegre-RS

A Primeira Igreja de Cristo, Cientista Porto Alegre-RS, Brasil, foi fundada em 1957. Tendo sido iniciada décadas antes como um Grupo Informal e mais tarde, uma Sociedade de Ciência Cristã. Ela foi fundada por famílias de alemães, dentre as quais: Schmidt, Holderbaum, Trentini, Bopp, Mutzberg, Young, Klein, Hamman, Knor, Bier, Beier, Wendt, Völker, Fhurmeister, Heckrath, etc... Conheça mais sobre a historicidade no Arquivo Histórico Digital da Ciência Cristã no Brasil: http://sites.google.com/site/arquivocienciacrista/
Esta entrada foi publicada em Sem categoria. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s