Livres do racismo e do sectarismo

 

Leide Lessa

Da edição de outubro de 2013 dO Arauto da Ciência Cristã

Tradução do original em inglês publicado na edição de 10 de junho de 2013 do Christian Science Sentinel.

 Leide Lessa foi a convidada do bate-papo com esse título transmitido ao vivo pelo JSH-Online no início deste ano. A bisavó de Leide foi escrava no Brasil e se casou com um índio. Depois, a família cresceu e acabou incluindo europeus e libaneses. De modo que esse tópico lhe é muito importante. Leide é Praticista e Professora de Ciência Cristã e mora próximo a Boston, Massachusetts, EUA. Este bate-papo foi editado a fim de facilitar a leitura. Para ouvir a entrevista completa (em inglês), visite a página da Internetsentinel.christianscience.com/free-from-racism. As perguntas abaixo foram formuladas pelo público.

Eu não odeio ninguém, mas tenho medo de pessoas que agem de forma ameaçadora, especialmente se elas são de outra raça ou de origem diferente da minha. Como posso vencer isso?

Como Deus é Amor, só podemos ter interações que reflitam amor. Quando amamos a Deus acima de tudo e aprendemos a amar a nós mesmos, então naturalmente amamos as pessoas ao nosso redor.

Certa vez, ao chegar à casa de minha irmã, quatro jovens de cor tentaram roubar o carro. Um deles me apontou um revólver e pediu a chave, mas senti muito amor por aquele rapaz. Continuei dizendo para mim mesma: “Ele não pode fazer isso. Ele é o filho amado de Deus. Ele é a expressão do Amor e só pode ver o Cristo em mim”.

Ele pediu minha bolsa e lhe respondi: “Não, por favor, preciso dos meus documentos”. Então, um dos outros rapazes disse: “Vamos embora, deixa a bolsa com ela”. Em seguida, eles entraram no carro e partiram. Imediatamente comecei a orar e pedi ajuda a uma praticista. O carro foi localizado no mesmo dia e estava intacto, e dois dos quatro rapazes também foram encontrados.

Gosto de pensar que o Amor divino está em todos os cantos do lugar onde me encontro.

Portanto, tudo começa em nosso pensamento. Quando aprendemos a amar a Deus e a amar o próximo de maneira incondicional, sentimos que estamos sempre protegidos, porque Deus nos ama independentemente de quem esteja ao nosso redor. O ódio humano, qualquer que seja a sua fonte, nunca pode nos tocar, pois, como Mary Baker Eddy diz, podemos nos sentir revestidos “com a panóplia do Amor…” (Ciência e Saúde com a Chave das Escrituras, p. 571).

Trabalho em uma loja com pessoas de origens diferentes da minha. Gosto de todos os meus colegas e os prezo, mas eles nem sempre se dão bem uns com os outros. Isso tende a criar um ambiente desagradável e, algumas vezes, afasta os clientes. Como posso mudar as coisas para melhor?

Você tem uma excelente oportunidade de curar essa situação e pode orar para que Deus o inspire a fazer o que é correto, e não precisa ser nada grandioso. Às vezes, uma palavrinha aqui ou ali, um convite para reunir a todos, qualquer coisa que a oração o guie a fazer levará a um resultado sanador.

Naturalmente, cada situação é única, portanto, não posso lhe dizer exatamente o que fazer. Mas, sabemos que, quando se ora de forma específica, afirmando no pensamento que a paz é suprema e que a harmonia é a única ordem da criação de Deus, a harmonia pode realmente governar todo o ambiente da loja e você pode contribuir para que a situação mude.

Para mim, diversidade é realmente um símbolo das ideias e manifestações infinitas de Deus. A diversidade nos enriquece e dá poder.

Gosto de pensar que o Amor divino está em todos os cantos do lugar onde me encontro. Da mesma forma, você pode pensar que o Amor divino é supremo e está presente em cada cantinho da loja. Você pode afirmar que todas as qualidades que pertencem ao Amor divino, como a harmonia, a ordem, o amor, o equilíbrio, a inteligência, a boa interação, o bom comportamento, a felicidade, a alegria pertencem igualmente a nós, onde quer que estejamos, porque somos a criação de Deus.

Você e aquelas pessoas, independentemente de possuírem diferentes experiências, culturas ou idiomas, foram criados por Deus e são um com Deus. Quando pararmos de ver diferenças, quando estabelecermos que a ordem e a harmonia constituem a lei que governa nossa vida e todos os negócios, incluindo o estabelecimento comercial onde você trabalha, haverá mudanças.

O importante é confiar em suas orações, não duvide delas! Ore com todo o seu coração, com toda a sua mente, com toda a sua alma, com toda a sua compreensão. Reconheça e confie no fato de que o “Amor divino corrige e governa o homem”, conforme diz Mary Baker Eddy (ver Ciência e Saúde, p. 6), e então você verá o governo do Amor estabelecido na loja.

Você poderia comentar sobre a ideia de diversidade a partir de uma perspectiva espiritual?

Para mim, diversidade é realmente um símbolo das ideias e manifestações infinitas de Deus. A diversidade nos enriquece e dá poder. Assim, gosto de pensar que, quanto mais incluirmos diversidade em nossa vida, seja com amigos ou na família, mais vivenciaremos a beleza, a inteligência e o amor infinitos de Deus.

Esse tipo de pensamento e atitude tem um efeito cascata. À medida que incluímos mais diversidade em nosso círculo de amigos, família e colegas, expandimos o conceito de ideias e de qualidades diferentes. Ao fazê-lo, expressamos amor.

Precisamos nos volver à nossa origem, à nossa natureza espiritual e essência verdadeira, a fim de ajudar a curar o ódio, a raiva, o medo e outras sugestões associadas à discriminação.

Também gosto de pensar que precisamos nos volver à nossa origem, à nossa natureza espiritual e essência verdadeira, a fim de ajudar a curar o ódio, a raiva, o medo e outras sugestões associadas à discriminação. Quando compreendemos e sentimos no íntimo que somos a imagem e semelhança de Deus e que Deus é Mente, entendemos também que a Mente é a única fonte de inteligência, a única fonte de raciocínio de toda a criação. Segue-se daí que o raciocínio não pode incluir preconceito ou ódio. Ele só pode ser puro.

Deus é Amor, e Deus é a única fonte de emoções e sentimentos puros, de maneira que todas as qualidades do Amor pertencem a cada um de nós. Todos nós, qualquer pessoa, em qualquer lugar no mundo, podemos expressar essas qualidades à nossa própria maneira e apreciar a individualidade de cada um, sem nos esquecermos de que somos todos ideias completas de Deus e, portanto, únicas. Podemos ver a diversidade até mesmo nas impressões digitais, não é mesmo? Não existem duas pessoas iguais, e todas as qualidades e virtudes que elas expressam são muito boas. Enxerguemos cada vez mais as qualidades expressas nos outros e assim ajudaremos a eliminar e a curar todo o senso de discriminação, de ódio e de racismo, em toda parte.

O que você considera como mais necessário para curar o racismo?

Amor. Precisamos compreender mais plenamente que Deus criou todos iguais, que Deus ama a todos e que não existem diferenças para Deus. De maneira que, quanto mais compreendermos o amor de Deus para conosco e para com toda a humanidade, mais estaremos ajudando a deter esse raciocínio ilógico de que algumas pessoas tenham menos valor do que outras, porque isso não é verdadeiro. Nós somos todos iguais.

Gosto do capítulo 40 de Isaías. Como Martin Luther King, Jr., disse: “Um dia, todo vale será aterrado, e nivelados, todos os montes e outeiros; o que é tortuoso será retificado, e os lugares escabrosos, aplanados, e a glória do Senhor se manifestará, e toda a carne a verá” (Isaías 40:4, 5, do discurso proferido em Washington, DC, intitulado Eu tenho um Sonho).

Isso quer dizer que nossa esperança, nossa fé com compreensão, nosso amor incondicional para com todos ajudarão a deter o racismo e a discriminação. A discriminação, o racismo e o preconceito representam falta de amor, e com amor não há espaço para o ódio, não há espaço para o racismo, não há espaço para o preconceito.

Anúncios

Sobre Primeira Igreja de Cristo, Cientista Porto Alegre-RS

A Primeira Igreja de Cristo, Cientista Porto Alegre-RS, Brasil, foi fundada em 1957. Tendo sido iniciada décadas antes como um Grupo Informal e mais tarde, uma Sociedade de Ciência Cristã. Ela foi fundada por famílias de alemães, dentre as quais: Schmidt, Holderbaum, Trentini, Bopp, Mutzberg, Young, Klein, Hamman, Knor, Bier, Beier, Wendt, Völker, Fhurmeister, Heckrath, etc... Conheça mais sobre a historicidade no Arquivo Histórico Digital da Ciência Cristã no Brasil: http://sites.google.com/site/arquivocienciacrista/
Esta entrada foi publicada em Sem categoria. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s