Venci a dependência do álcool e do cigarro

Margot Pedreira Bonilla – Argentina

Da edição de agosto de 2013 dO Arauto da Ciência Cristã

Original em espanhol

 

Conheci a Ciência Cristã quando namorava um rapaz que mais tarde se tornou meu marido. Ele havia frequentado a Escola Dominical da Ciência Cristã quando criança. Assim, quando viu os desafios que eu estava enfrentando, ele me deu um exemplar de Ciência e Saúde com a Chave das Escrituras, de Mary Baker Eddy.

Naquela ocasião, eu sentia uma enorme resistência a tudo o que se referisse à espiritualidade, e todos os desentendimentos que tinha com meu namorado eram precisamente porque ele frequentava uma igreja. Certa noite, porém, tentando não ser vista por ninguém, peguei o livro, comecei a lê-lo e me dei conta de como era irresistível. Comecei com o capítulo sobre a oração, que termina com a Oração do Senhor, incluindo seu sentido espiritual, conforme apresentado pela Sra. Eddy. Embora não compreendesse bem essa oração, senti uma grande atração por ela.

Eu era também propensa a reagir e a me irritar com muita facilidade, o que trazia muita desarmonia entre as pessoas que eu amava e me fazia extremamente infeliz. Entretanto, não estava ciente de que o Cristo havia começado a atuar em minha consciência, e, com o tempo, comecei a moderar meu temperamento.

Peguei o livro, comecei a lê-lo, e compreendi como era irresistível.

Logo depois nos casamos e tivemos três belos filhos.

Ao longo do tempo, outros falsos traços de caráter vieram à tona, como, por exemplo, timidez. De novo, o tentador, ou mente carnal, tentou me enganar, fazendo-me acreditar que, para que me sentisse segura, tivesse coragem e conseguisse tomar decisões, eu tinha de recorrer ao álcool e aos cigarros. Logo isso se tornou um hábito.

Em momentos de lucidez, recordava minha péssima atitude para com minha família, que eu tanto amava, o que fazia com que me sentisse culpada. Então, volvia-me novamente para o livro Ciência e Saúde, onde sempre encontrava conforto. Entretanto, como eu não persistia na leitura desse livro, voltava a cair na mesma situação. Isso me afetava fisicamente e minha família sentia medo das minhas reações violentas.

Esse problema continuou até que, em um momento de desespero, como na história da parábola do filho pródigo na Bíblia (ver Lucas 15:11-24), caí em mim e percebi que necessitava pedir a ajuda, em espírito de oração, de um Praticista da Ciência Cristã. Portanto, sem contar a ninguém, fui visitá-lo.

Quando me encontrei com esse praticista, senti imediatamente o Amor divino que ele refletia e expressava. Depois de contar todas as minhas dificuldades para ele, fiquei surpresa por ele não ter se espantado com meus comentários e me condenado. Em vez disso, ele disse que eu era, e sou, a amada filha de Deus.

Ele recomendou que eu lesse a página 475 de Ciência e Saúde, como também este trecho da página 406: “O apetite depravado por bebidas alcoólicas, por fumo, chá, café, ópio, só é destruído pelo domínio da Mente sobre o corpo”. Também sugeriu que eu lesse o Hino N° 51, de Mary Alice Dayton, do Hinário da Ciência Cristã. A segunda estrofe me revelou o que eu sou para Deus, como Seu reflexo perfeito:

Deus nunca fez imperfeição
Ao modelar o ser;
Ideia impura não formou,
Pois com amor criou.
Vens Tu, Verdade, Vida, Amor,
A perfeição gerar;
E Cristo, herdeiro divinal,
Teu molde vem mostrar.

Fortalecida pela oração do praticista, um processo de regeneração começou a se produzir dentro de mim. Compreendi que não precisava fumar ou beber álcool e, gradualmente, fui deixando esses hábitos de lado, até que parei totalmente de recorrer a eles. Meu caráter também mudou e me tornei uma pessoa muito mais calma e paciente.

Esse foi o fim do meu calvário. Senti que havia nascido de novo! Sentindo-nos gratos por essa cura, meu marido e eu começamos a frequentar regularmente uma igreja filial da Ciência Cristã e levamos nossos filhos para a Escola Dominical. Essa cura aconteceu há mais de 30 anos e foi permanente.

A Ciência Cristã tem sido uma bênção para minha família e para mim.

Margot Pedreira Bonilla, Buenos Aires

– See more at: http://pt.herald.christianscience.com/portugues/edicoes/2013/8/063-08/venci-a-dependencia-do-alcool-e-do-cigarro#sthash.34YNG2go.dpuf

Anúncios

Sobre Primeira Igreja de Cristo, Cientista Porto Alegre-RS

A Primeira Igreja de Cristo, Cientista Porto Alegre-RS, Brasil, foi fundada em 1957. Tendo sido iniciada décadas antes como um Grupo Informal e mais tarde, uma Sociedade de Ciência Cristã. Ela foi fundada por famílias de alemães, dentre as quais: Schmidt, Holderbaum, Trentini, Bopp, Mutzberg, Young, Klein, Hamman, Knor, Bier, Beier, Wendt, Völker, Fhurmeister, Heckrath, etc... Conheça mais sobre a historicidade no Arquivo Histórico Digital da Ciência Cristã no Brasil: http://sites.google.com/site/arquivocienciacrista/
Esta entrada foi publicada em Sem categoria. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s