Intuição

Por  Ovidio Trentini

mente-humanaMensagens mentais recebidas sem interferência da razão funcionam como protetoras.

A consciência humana lida com dois tipos de ações mentais. Um deles, a razão, elabora idéias, argumentações, forja situações, planeja coisas e ações.

O outro, que é mais simples, é a intuição. É basicamente constituída de pensamentos que nos vêm pelo subconsciente. Em todo o caso, esses pensamentos surgem como novidade e, muitas vezes, de surpresa desafiando a lógica consciente; por isso a razão, não raro, tende a desprezar ou desfazer a intuição. Esta não é elaborada pela razão.  A inspiração artística é um exemplo de intuição.

De onde vem a intuição? Geralmente vem de fonte elevada acima de nossa consciência. Essa fonte elevada é a Mente divina, infinita e todo-sábia. Essa Mente não está enclausurada numa forma física. Quando essa Mente “fala” conosco, isso é feito em pensamentos que circulam em nossa mente, que também não está encerrada sob o crânio. Há os que chamam essa Mente de Deus, com o que eu concordo. Assim, quando Deus fala conosco, Ele o faz por meio de pensamentos “ditos” à nossa consciência. Sempre foi assim. Os antigos profetas–e também os novos–ouviam a voz de Deus, porque seu contato com a Divindade era tão íntimo que os pensamentos recebidos lhes pareciam ditos por alguém.

Ainda hoje em dia, quando alguém recebe uma intuição esta lhe soa como se alguém lhe tivesse falado.  Toda pessoa já teve experiência com a intuição. Se for analisar esses momentos, verá que havia neles alguma instrução de ação aparentemente ilógica mas que ao final era correta. E se a instrução intuitiva não foi seguida, o resultado não foi agradável. Eu aprendi a obedecer à intuição. Certa vez, quando adolescente, fui incumbido de levar um pacote a uma pessoa, cujo endereço em Porto Alegre ficava numa rua que eu não conhecia. Recebi indicações de como chegar lá e fui. Andei muiiiito. Caminhei pra lá e pra cá na área informada, mas não localizei a rua. Estive perto. Foi quando me veio o pensamento de andar mais ½ quadra. Olhei de onde estava mas não percebi nenhuma rua cruzando. Fui na outra direção. Algum tempo depois perguntei a um passante sobre a tal rua que eu procurava. A resposta me levou a um beco que não era visível de longe. Se tivesse obedecido a intuição, teria achado logo. Aquilo me serviu de lição.

De outra feita quando trabalhava no DNER (hoje DNIT), na supervisão da pavimentação de uma rodovia, tive outra experiência com intuição. Voltávamos para casa no fim da tarde e, à frente de nosso veículo, andava um trator agrícola no mesmo rumo. A estrada era um trecho ainda não asfaltado. Quando nos aproximávamos do trator para ultrapassá-lo, já tendo o motorista tomado posição segura para a manobra, veio-me o pensamento de que aquele trator poderia querer entrar numa fazenda localizada logo à frente e à esquerda. Falei ao motorista para buzinar, o que ele fez. No mesmo instante o tratorista iniciava a manobra de dobrar à esquerda, sem olhar para trás, o que nos cortaria a frente e o choque seria inevitável. Ouvindo a buzina, manobrou ao seu lugar e nós passamos perto sem tocar nele. Foi quase! Até hoje sou grato a Deus por essa proteção.

Ao darmos atenção à intuição ou pensamentos angelicais podemos ser libertados de problemas, se lhes obedecemos. Eddy afirma: “Sob a providência divina não há acidentes”*. A providência divina se evidencia na intuição. Devemos desenvolver essa prontidão mental de estar alerta às intuições. Sempre antes de qualquer acidente, houve momentos de intuição que não foi atendida por algum dos envolvidos. Quando não sabemos o que fazer ou por onde ir, podemos consultar a fonte da intuição, a Mente divina. Nós A ouvimos quando silenciamos a razão e ficamos atentos à voz interior. É nosso anjo-da-guarda.

*Ciência e Saúde com a Chave das Escrituras, p. 424.

.o0o.

                                                        

Anúncios

Sobre Primeira Igreja de Cristo, Cientista Porto Alegre-RS

A Primeira Igreja de Cristo, Cientista Porto Alegre-RS, Brasil, foi fundada em 1957. Tendo sido iniciada décadas antes como um Grupo Informal e mais tarde, uma Sociedade de Ciência Cristã. Ela foi fundada por famílias de alemães, dentre as quais: Schmidt, Holderbaum, Trentini, Bopp, Mutzberg, Young, Klein, Hamman, Knor, Bier, Beier, Wendt, Völker, Fhurmeister, Heckrath, etc... Conheça mais sobre a historicidade no Arquivo Histórico Digital da Ciência Cristã no Brasil: http://sites.google.com/site/arquivocienciacrista/
Esta entrada foi publicada em Sem categoria. ligação permanente.

2 respostas a Intuição

  1. Pingback: Ciência Cristã Joinville

  2. Ovídio Trentini diz:

    Amigos Eu havia enviado esse texto para várias pessoas amigas, sendo que algumas responderam com agradecimentos. De fato ele faz pensar sobre o estar atento a pensamentos que nos são enviados pela Mente. Ovidio

    ginal Message —– From: “Igreja filial da Ciência Cristã de Porto Alegre-RS Brasil” To: o.e.trentini@express.com.br Sent: Wednesday, February 20, 2013 9:21 AM Subject: [Novo artigo] Intuição

    Primeira Igreja de Cristo, Cientista Porto Alegre-RS posted: “Por Ovidio TrentiniMensagens mentais recebidas sem interferência da razão funcionam como protetoras.A consciência humana lida com dois tipos de ações mentais. Um deles, a razão, elabora idéias, argumentações, forja situações, planeja coisas e ações.O out”

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s