Revelação, Razão e Demonstração

Artigo original publicado no Blog do Phil Davis, CSB, sob o título: “Reason, Revelation and Demonstration”  | Tradução: Leila Kommers 

Lembro-me de um pesquisador da Ciência Cristã que, alguns anos atrás, falou sobre o significado da descoberta de Mary Baker Eddy. Ele usou essa referência do livro dela, Ciência e Saúde: 

“A pesquisa foi doce, calma e animada pela esperança, não egoísta nem deprimente. Eu sabia que o Princípio de toda ação harmoniosa da Mente é Deus, e que as curas nos tempos do primitivo tratamento cristão se efetuavam por uma fé santa e enaltecedora; precisava, porém, conhecer a Ciência dessas curas e cheguei a conclusões absolutas graças à revelação divina, à razão e à demonstração.” EDDY, no seu livro: Ciência e Saúde p. 109 

O pesquisador disse que a maioria das religiões fundamentava suas teologias na revelação, na razão e na tradição. Porém, Eddy trocou a tradição pela demonstração.

Isso teve um grande impacto em mim. A demonstração prática da adoração de alguém por Deus é o que torna a Ciência Cristã tão única. Contudo, também comecei a perceber como as tradições, os rituais e as cerimônias realmente trabalham contra uma compreensão espiritual de Deus que leva à cura prática. 

Para a maioria das pessoas que adoram a Deus, as tradições, rituais e cerimônias são grande parte de sua fé. E os recém-chegados à Ciência Cristã geralmente percebem a total ausência de símbolos, mantos, incensos e mantras nos serviços de nossas igrejas. Eles também percebem que não representamos a vida de Cristo Jesus com cerimônias de batismo, o uso de vinho ou pão, lava-pés ou carregando uma cruz. 

Embora alguns sintam que estes dramas fortalecem a fé ou dão algum conforto, a descobridora da Ciência Cristã descobriu que estes têm a tendência a encorajar uma adoração emocional e rasa ao invés de uma reflexão mais profunda dEle e nossa relação com Ele. Em outras palavras, todo aspecto da vida de Jesus merece mais do que uma cerimônia para comemorá-lo. A melhor comemoração é viver de fato dessa maneira! 

Não encontrei referências nos escritos de Eddy endossando qualquer cerimônia religiosa. Em contraste, encontrei muitas referências enfatizando o perigo de todo ritualismo. Aqui estão duas bem objetivas: 

“Os rituais, judaicos ou outros, são apenas modelos e sombras da verdadeira adoração. “Os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade.” 

“O ritualismo e o dogma levam à justificação própria e ao fanatismo, os quais eliminam o elemento espiritual.” 

Embora a teologia da Ciência Cristã seja clara com relação às tradições, há muitas tentações hoje para se impor uma tradição antiga ou transformar alguma cerimônia em nossa prática religiosa. A descobridora da Ciência Cristã via que ceder a essas tentações, mesmo que parcialmente, minaria o processo do pensamento espiritual que leva a uma cura mais eficaz. 

Sempre enfrentamos uma escolha entre tradição e cura, ritual e demonstração. Uma sempre estará à custa da outra. Eu escolho a demonstração.

Phil Davis, CSB

Tradução colaborativa de Leila Kommers, autorizada pelo autor, com leitura final de Jackson Guterres. Publicado originalmente, em 20 de junho, no Blog do Phil Davis, sob o título: “Reason, Revelation and Demonstration” 

  | Imagens linkadas da Web
Anúncios

Sobre Primeira Igreja de Cristo, Cientista Porto Alegre-RS

A Primeira Igreja de Cristo, Cientista Porto Alegre-RS, Brasil, foi fundada em 1957. Tendo sido iniciada décadas antes como um Grupo Informal e mais tarde, uma Sociedade de Ciência Cristã. Ela foi fundada por famílias de alemães, dentre as quais: Schmidt, Holderbaum, Trentini, Bopp, Mutzberg, Young, Klein, Hamman, Knor, Bier, Beier, Wendt, Völker, Fhurmeister, Heckrath, etc... Conheça mais sobre a historicidade no Arquivo Histórico Digital da Ciência Cristã no Brasil: http://sites.google.com/site/arquivocienciacrista/
Galeria | Esta entrada foi publicada em CIÊNCIA CRISTÃ, CIÊNCIA E ESPIRITUALIDADE, CIÊNCIA E SAÚDE, CURA CRISTÃ, CURA DIVINA, PRÁTICA DA CURA, REFLEXÕES PARA A VIDA, RELIGIÃO PRÁTICA com as etiquetas , , , , , , , , , , , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s