Uma mãe que nunca se deu por vencida!

Tradução livre de Jackson Guterres, do original: Una madre que nunca se dio por vencida Publicado no jornal EL SOL, de Quilmes, em 15/10/11 e reproduzido no blog: www.blogcienciacristiana.com  De autoria de Elizabeth Gastaldi – porta-voz da Ciência Cristã na Argentina, com a colaboração de Elena López . Publicação alusiva ao Dia das Mães que será celebrado domingo dia 16 de outubro.

Com esta recente publicação, desejamos enviar uma saudação muito especial a todas as mães que celebram seu dia, amanhã, domingo, 16 de outubro na Argentina. Feliz Dia da Mães!

O artigo: “Una madre que nunca se dio por vencida” foi publicado na sexta-feira dia 14 de outubro de 2011, na página 3 da versão impressa do suplemento etc do diário “El Sol” de Quilmes, Argentina (www.elsolquilmes.com.ar), a qual agradecemos os direitos de distribuição. Clique na imagem abaixo para acessar uma versão em PDF:

 Aproximando-se de uma data tão especial, no próximo domingo, vale a pena conhecer a história de vida de Mary Baker Eddy, a fundadora da Ciência Cristã.

Neste dia tão especial para as famílias argentinas, permita me fazer uma reflexão sobre o papel que a mãe tem, não só na família, mas também na sociedade.

Essa figura amorosa e paciente que com afeto educa, modela a experiência de cada um dos integrantes de sua família e exerce, na maioria dos casos, uma influência benéfica na formação de nossas crianças e jovens. Ultimamente, um número crescente de mães têm assumido o papel de trabalhadoras no mercado de trabalho, devido à recessão, ao desemprego e à carência. Tal tendência representa novos desafios para toda a família.

Me soa interessante compartilhar a história de uma mulher que viveu no século XIX, que enfrentando os mesmos desafios em uma época em que a mulher quase não tinha direitos,  conseguiu alcançar o controle de sua vida e triunfou sobre dificuldades tais como: divórcio, a perda do lar, a rejeição por parte de seus familiares e uma má saúde crônica.

Esta mulher foi Mary Baker Eddy, reformadora religiosa americana e fundadora da denominação cristã conhecida como Ciência Cristã.

Eddy ficou viúva, empobrecida e grávida, aos 22 anos, tendo que retornar para a casa dos pais. Devido a problemas de saúde que sofreu, seu filho recém nascido teve de ser cuidado por uma empregada da família.

Depositando suas esperanças em recuperar e criar ela mesma a criança, casou-se novamente com um dentista, ignorando que sua família e marido, planejavam separá-la definitivamente da criança.

Após esta separação dolorosa, ela volve-se à inspiração em um poema que revela sua ansiedade latente: “desgosto silencioso da mãe / agudo demais para ser enunciado, profundo demais para arrancar lágrimas!” (Smith, Louise “Mary Baker Eddy , descobridora e fundadora da Ciência Cristã “, 1991, p.45).

Sua saúde continuou piorando, e, devido à certas atitudes e ações de seu marido é forçada a divorciar-se.

Após cerca de 20 anos de luta e graças à sua grande confiança no poder de Deus, diante de um agravamento de sua condição física, Eddy alcança restauração através da oração, começando a partir daí uma vida dedicada a ajudar os outros com base sistema de cura espiritual que descobre e mostra em sua própria vida.

Agora totalmente restaurada e em pleno vigor, realiza o grande desejo de reencontrar seu filho novamente, após 23 anos de ausência, o qual já tinha 34 anos de idade.

Mas não foi possível concretizar o desejo de tê-lo com ela para sempre, pois, seu filho decidiu afastar-se totalmente da mãe.

Atualmente, existem casos de mães que têm de lidar com situações jurídicas por causa de seu divórcio, ante o seqüestro de seus filhos e, talvez, em alguns aspectos podem identificar-se com esta corajosa mulher.

E com a mesma coragem e bravura que mostrou essa mulher e mãe, outras também podem manter o desejo genuíno de fortalecer seus corações através de sua confiança no poder de Deus, e, graças a uma fé inabalável que sempre “move montanhas”.

A todas elas: “Continue em frente, sem desistir!”

 

Elizabeth Santángelo de Gastaldi – Porta-voz da Ciência Cristã para Argentina Com colaboração de: Elena López, de Quilmes, Provincia de Buenos Aires  | Tradução livre de Jackson Guterres.

Anúncios

Sobre Primeira Igreja de Cristo, Cientista Porto Alegre-RS

A Primeira Igreja de Cristo, Cientista Porto Alegre-RS, Brasil, foi fundada em 1957. Tendo sido iniciada décadas antes como um Grupo Informal e mais tarde, uma Sociedade de Ciência Cristã. Ela foi fundada por famílias de alemães, dentre as quais: Schmidt, Holderbaum, Trentini, Bopp, Mutzberg, Young, Klein, Hamman, Knor, Bier, Beier, Wendt, Völker, Fhurmeister, Heckrath, etc... Conheça mais sobre a historicidade no Arquivo Histórico Digital da Ciência Cristã no Brasil: http://sites.google.com/site/arquivocienciacrista/
Esta entrada foi publicada em CELEBRAÇÃO DO DIA, Tradução livre de artigos com as etiquetas , , , , , , , , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s